Dicas para fazer seu check in

Para fazer seu check in de um voo doméstico é necessário ter apenas um documento de identificação com foto. Para os super leigos, voo doméstico é para viagens dentro do próprio país, por exemplo um voo de Florianópolis para São Paulo, ou Los Angeles para San Francisco, são considerados domésticos, uma vez que a origem e o destino ficam dentro do mesmo país.

Para realizar o check in tenha sua passagem ou o e-mail de confirmação para poder checar o localizador da reserva, os horários, terminal, tempo do voo, entre outros itens. Não é obrigatório apresentar a passagem impressa, somente o documento com foto é suficiente.

Check in voo doméstico. Fonte: Tam Airlines.
Check in voo doméstico. Fonte: Tam Airlines.

Dicas para fazer seu check in

  • Chegue no aeroporto com bastante antecedência, 2 horas pelo menos para evitar imprevistos, como trânsito ou filas;
  • Não esqueça de colocar na bagagem que será despachada todos os líquidos com mais de 100 ml, além de todos os objetos cortantes;
  • Coloque uma etiqueta na mala com o seu endereço. Se você não tiver uma, no check in eles disponibilizam – se tiver filas, vá até o balcão, pegue umas etiquetas e enquanto espera seu atendimento, já deixa suas malas prontas;
  • O limite para malas a serem despachadas é 23 kg para voos domésticos;
  • Se você estiver embarcando para um voo internacional com companhias parceiras, você tem direito a levar 2 malas de 32kg;
  • Como bagagem de mão, você poderá levar uma mochila e uma bolsa, ou uma mala de rodinhas destas pequenas e uma mochila. Enfim, é uma peça que vai no compartilhamento de cima do avião e a outra que vai no colo;
  • Você pode realizar seu check in online ou nas máquinas de check in para poupar tempo.

Se você fará um voo internacional em seguida, fique atento:

  • Se você vai realizar um voo internacional, o passaporte e visto são obrigatórios para o check in desde o primeiro momento. Se você tiver dois passaportes, o novo é o que você deve mostrar o tempo todo, já que ele tem as datas válidas. Mas o tempo todo irão conferir se você possui o visto americano, portanto os dois deverão ser apresentados na maioria das vezes;
  • Se todo o trajeto foi comprado junto (voo nacional + internacional), as companhias serão parceiras, se os voos foram adquiridos separados, terão taxas de excesso de bagagem – leia as regras antecipadamente no seu bilhete para evitar contra tempos, algumas companhias estão diminuindo o peso limite para voos internacionais;
  • Muitas vezes a pessoa do check-in é despreparada e vai dizer que você só precisa retirar sua mala no seu destino final. Isso não é verdade no caso de conexões! As malas obrigatoriamente deverão ser retiradas assim que você chegar nos Estados Unidos para a imigração. San Francisco, por exemplo, não possui nenhum voo direto do Brasil, portanto se seu voo é via Dallas, Nova Iorque, Miami, Los Angeles, ou qualquer outro destino, você obrigatoriamente vai fazer imigração lá, portanto prepare-se para retirar sua mala antes da conexão mesmo que digam o contrário;
  • Em São Paulo, sim, não será necessário retirar as malas que foram despachadas em Florianópolis, por exemplo;
  • Note que ao despachar as malas, você vai receber um comprovante que geralmente já colado atrás do seu boarding pass – (o bilhete do embarque), mantenha ele com a sua documentação. Caso aconteça algo com a sua bagagem, este será seu comprovante;
  • Mantenha o bilhete de embarque na página onde tem sua foto no passaporte para facilitar o embarque;
  • Lembre-se que você precisará mostrar o passaporte o tempo todo, portanto coloque-o em um local de fácil acesso. O ideal é ter um kit e colocar todos os comprovantes juntos ao invés de jogar na bolsa, aí fica mais fácil de verificar quando necessário.
  • Se você terá um voo internacional depois do doméstico terá problemas para utilizar máquinas para o check in, já que vão fazer conferência dos seus documentos.
Inspirada por uma das lições mais valiosas do Vale do Silício: dê o seu melhor que a vida retribui, resolveu juntar sua experiência no segmento educação internacional, seu amor por viagens e seu entusiamo por novos negócios criando o blog para compartilhar um pouco de tudo que sabe e aprende todos os dias.