Seu capital social esta se tornando cada vez mais valioso. Hoje uma indicação vale mais que um diploma e a qualidade das conexões estabelecidas pode ser fundamental para o crescimento do seu negócio. Como diz o livro de Porter Gale, Your network is your net worth: o seu networking agora é o seu patrimônio líquido.

A arte de fazer networking
A arte de fazer networking. Evento da Nasdaq com Phil Sanderson, Nate Yohannes e Dion Lim

Recentemente participei de um curso no centro de empreendedorismo da Nasdaq, onde o tema era a Arte de fazer networking. Entre os speakers estavam Phil Sanderson que trabalha na IDG Ventures e faz diversos investimentos milionários em empresas de tecnologia. Dion Lim, um empreendedor de sucesso que fundou e vendeu mais de 6 empresas na área de educação e Nate Yohannes, que trabalha como advogado na administração do presidente Obama. O intuito do evento era discutir estratégias de networking abordando dicas e as melhores práticas. Aqui vão 10 dicas destes experts:

A arte de fazer networking

1. Chame as pessoas pelo nome e mostre que você se importa

Ninguém quer ser tratado como apenas mais um, as pessoas gostam de se sentir especiais e chamar a pessoa pelo nome é o primeiro passo pra mostrar que você se importa. Ao participar de um evento é provável que você conheça 10 pessoas na mesma noite e o mesmo acontece com aqueles que você quer muito conhecer. Para dar continuidade a uma boa conversa, é preciso ir além, faça anotações no cartão de visitas que você receber, no seu celular, ou onde conseguir, com alguns itens que podem ser importantes para uma futura aproximação. O nome do filho, da esposa, algum item sobre o projeto, o nome da empresa anterior, um esporte em comum, qualquer detalhe que facilite uma aproximação.

O mesmo vale para os e-mails, nada de bom dia apenas, mencione o nome da pessoa, mostre que você sabe com quem deseja falar. Não fale coisas genéricas como seu site é legal, parabéns, diga que adorou o conteúdo X, pelo motivo Y e está entrando em contado pela razão Z.

2. Seja interessante ou se mostre interessado

Tem apenas duas formas de obter sucesso ao fazer networking: Seja interessante ou se mostre interessado. Dion Lim.

Aborde um papo que as pessoas tenham interesse em saber mais e quando as pessoas estiverem se apresentando, preste atenção no que elas estão dizendo e no que você pode fazer por elas. Esta é a melhor maneira de iniciar uma boa conversa. Veja como você pode ser útil em relação ao que ela precisa. Quando as pessoas notam que você está querendo se aproximar porque pode agregar valor, elas serão muito mais receptivas para retribuir.

3. Todo mundo conhece alguém

Nunca julgue as pessoas pela aparência ou menospreze alguém, você nunca sabe quem está do seu lado. Além do mais é bem provável que ela tenha um irmão, um chefe, um amigo que pode ser uma excelente conexão. Lembre se da teoria dos 6 graus de seis graus de separação que diz que são necessários no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam conectadas.

Leia mais: Networking no vale do Silício

4. Pense como ambas as partes podem ganhar

Sabe aquele amigo que só te procura quando precisa de alguma coisa? Ninguém merece não é mesmo? As pessoas querem distância de amizades por interesse, ofereça algo sempre, agradeça, se coloque a disposição, elogie. Pense como ambas as partes podem ganhar. Quem só quer e nunca retribui, vai se dar mal.

5. Mantenha contato

Quem não é visto, não é lembrado. Tente manter contato, se você viu um artigo interessante, envie para pessoa. Coloque um lembrete no celular, no calendário, inclusive tem ferramentas como Contactually ou Yesware que permitem colocar um lembrete para fazer um follow up em X semanas ou meses. Lembre-se dos assuntos que você precisar abordar pra se tornar interessante.  Se você mantém contato não ficará constrangido em pedir quando precisar de algo.

6. Prepare-se

Se você vai participar de um evento, pense nas pessoas que estarão presentes. Se você vai participar de um meetup por exemplo, já consegue saber quem são as pessoas que estarão lá. Saiba o que elas fazem, pesquise o que vocês tem em comum, pense em como iniciar uma conversa agradável e principalmente como você pode ser útil para esta pessoa. Assim, as chances do papo render serão bem maiores. Algumas ferramentas, como Crystal Knows, Conspire e LinkedIn podem te ajudar nesta pesquisa.

7. Fique conectado

Nada melhor para se aproximar de alguém mostrando que você acompanha o que ela tem feito e abordando algo que é relevante pra ela. Hoje em dia com as redes sociais, as pessoas avisam quando mudam de trabalho, quando batem uma meta, quando iniciam um projeto novo e se você concorda, curte, comenta, as pessoas reconhecem seu apoio e se sentem valorizadas. Atualmente ser curtido importa!

8. Marque um café

Ao invés de ir para um evento com diversas pessoas, tente marcar um café. No café os assuntos podem ser mais informais e descontraídos. É uma ótima oportunidade para abordar um assunto particular do seu interesse, mas lembre-se de não convidar as pessoas porque você quer alguma coisa. Use o café como desculpa para se aproximar e e marque um segundo encontro se for necessário. Só vá direto ao ponto se a pessoa te dar abertura pra isso.

9. Seja objetivo

Quando mais poder as pessoas têm, mais ocupadas elas são. Nos Estados Unidos as pessoas são super diretas, objetivas e o tempo é precioso. Se você enviar um e-mail, vá direto ao assunto: em duas linhas diga o que quer, porque e como. Simples assim. Tem gente que recebe milhares de e-mails diariamente, portanto já tenha um título específico, vá direto ao ponto e faça a sugestão da próxima ação. Brasileiro mesmo costuma dizer: vamos marcar? Quando você pode? E troca 5 e-mails até chegar em uma conclusão. Os americanos, já mandam data e horário e se você é o interessado, que arrume um jeito de se adequar a agenda. No início é o jeito do americano que parece mal educado, com o tempo você vai achar que é melhor desta maneira e que no fundo são os brasileiros que são enrolados.

10. Não deixe para amanhã

Conheceu o cara ontem, conecte-se com ele nas próximas 24 horas! Com a quantidade de eventos e atividades que acontecem todos os dias é bem provável que a pessoa que você conheceu hoje mal lembre quem você é na semana seguinte. Um investidor conhece em média 3 empreendedores por dia, você pode se tornar apenas mais um deles, portanto, aproveite enquanto a memória está fresquinha, conecte-se imediatamente. O LinkedIn é a melhor das ferramentas para contatos profissionais.

Além do convite LinkedIn, siga a pessoa no Twitter ou envie um e-mail rápido dizendo que foi um prazer conhece-la que você espera encontrá-los em algum evento semelhante em breve. Ferramentas via e-mail como o Hootsuite, permitem que você faça um grupo com pessoas que você conheceu em determinado evento e é fácil de acompanhar o quando eles estão twittando, retuitar ou curtir.

Mais uma vez fica a recomendação do centro de empreendedorismo da Nasdaq que oferece uma série de aulas e workshops de alta qualidade e gratuitos.

Phil Sanderson que fez algumas apresentações com o tema empreendedorismo para o TED e escreve um blog bem interessante sobre Venture Capital: San Francisco VC.

Veja nosso vídeo em inglês com as dicas dos experts do Vale do Silício sobre a arte de fazer networking. A produção não ficou das melhores porque estava sem o microfone, mas a mensagem está bem clara 😀

Bora expandir sua capacidade de construir relacionamentos sólidos!

Inspirada por uma das lições mais valiosas do Vale do Silício: dê o seu melhor que a vida retribui, resolveu juntar sua experiência no segmento educação internacional, seu amor por viagens e seu entusiamo por novos negócios criando o blog para compartilhar um pouco de tudo que sabe e aprende todos os dias.