Segurança em San Francisco, tudo que você precisa saber!

0
367

É seguro andar em San Francisco? O que aconteceu na cidade? A Califórnia toda está perigosa? Se estas perguntas já passaram pela sua cabeça, saiba que elas também tem tirado o sono de muitos viajantes que escolheram o estado dourado como destino para suas férias. Neste post explico um pouco do que está acontecendo com dicas para você se sentir seguro na cidade.

San Francisco Postal
Postal Card of San Francisco

O que está acontecendo em San Francisco?

Com a pandemia afetando profundamente a dinâmica das grandes cidades, algumas mudanças notáveis ocorreram em relação à segurança pública em geral, e San Francisco não foi diferente. Aliás, tenho a impressão que por atrair a visibilidade do público com mais frequência, as pessoas e a mídia em geral, tende a olhar e falar mais de Los Angeles e San Francisco, mas a criminalidade está acontecendo no estado todo, e é preciso de atenção redobrada ao viajar pela Califórnia.

Já comentei aqui que quando eu mudei para a Califórnia (há quase 10 anos), as pessoas zombavam quando a gente revistava se o carro estava trancado, que os pacotes da Amazon eram deixadas na porta da nossa casa sem preocupações, que a gente nunca teve receio de sair com a mochila com computador, de ter uma camera fotográfica na mão em qualquer ponto turistico, ou usar o celular com tranquilidade no metrô. Mas sim, isso tudo mudou!

Você já ouviu falar na tal lei dos 800 dólares? Então, uma uma lei polêmica proíbe apreender criminosos que roubam até 800 dólares gerou debates. Neste artigo, exploraremos o cenário de segurança em San Francisco com dicas valiosas para visitantes que desejam aproveitar a cidade com segurança.

San Francisco Pós-Pandemia

Durante o auge da pandemia, muitos negócios fecharam temporariamente, levando a uma redução notável na atividade comercial em diversas áreas da cidade. Trabalhar de casa, passou a ser o novo normal para muitas empresas, que resolveram fechar seus escritórios na cidade, enquanto outras resolveram aproveitar a oportunidade para migrar seus escritórios para estados que oferecem benefícios fiscais. Empresas que buscavam por mais espaço para seus HQs começaram a migrar pro Texas, para Miami. Quem conseguia trabalhar de qualquer lugar, passou a ir para mais perto da praia para ter mais qualidade de vida, viu oportunidades para migrar para cidades onde o custo de vida fosse mais baixo. Resultado, os empregadores deixaram espaços vazios no centro financeiro, o metrô começou a circular quase que vazio.

As leis da California também foram super rígidas com relação ao distanciamento social, o que fez as pessoas ficassem cada vez mais adeptas as compras online. O que resultou mais uma vez em uma diminuição na quantidade de pessoas nas ruas e em locais públicos, contribuindo para que mais e mais negócios fechassem as portas e as empresas em geral, começassem a demitir seus funcionários. E se trabalhando com tecnologia já é pesado para pagar aluguel por aqui, imagina sem emprego? Muita gente foi obrigado a largar suas residências para diminuir os custos e o número de moradores de rua, só subiu! Gerando uma sensação de insegurança para moradores e visitantes.

Quem conhece mais a fundo sabe que embora San Francisco seja conhecida mundialmente por ser uma cidade santuário e receptiva para imigrantes de todas as partes do globo, os shelters que visam acolher os moradores de rua, também causam um aborrecimento para quem vive do turismo e nao consegue amenizar a situação. Aí, quem via determinados bairros como feio ou sujo, passou a andar na cidade com medo. Os pedintes começaram a ficar violentos, as drogas que eram para serem controladas passaram a ser mais frequentes e roubo – que até então nunca se ouvia falar, passou a ser corriqueiro nos noticiários. E sim, nao estamos falando em sair dos mercados sem pagar pela marmita, mas de arrastão na Macy’s, de encher a sacola na Walgreens, de mais de 15 mil vidros de carros quebrados, de assalto a mão armada! Nunca, na história deste país…

A Lei dos 800 dólares na Califórnia

Uma das questões mais debatidas em relação à segurança em San Francisco é a lei que proíbe processar criminosos que roubam até 800 dólares. Como assim? Imagine que a pessoa entra na farmácia, pega o que bem entender, e se for até 800 pila, a policia nem se dá o trabalho de ir ver o que está acontecendo. Essa lei, que entrou em vigor em janeiro de 2021, foi projetada para reduzir o encarceramento de infratores de baixo nível e direcionar recursos para abordar crimes mais graves. No entanto, ela gerou controvérsias e críticas significativas. E não preciso nem dizer, que desenfreou a quantidade de pessoas roubando pela Califórnia.

Apoiadores da lei argumentam que ela ajuda a combater a superlotação das prisões e permite que o sistema de justiça criminal se concentre em casos mais sérios. Mas, hoje a lei encoraja crimes menores e cria uma sensação de impunidade para criminosos que cometem furtos de pequeno valor. Embora a aplicação da lei dos 800 dólares continua sendo um tópico de debate intenso em San Francisco, já existe um boato que é o novo local para o turismo de roubo, pois quando alguém sai sem pagar, ninguém faz nada. E como roubar uma casa (invadir uma propriedade) pode dar cadeia, é muito mais fácil e frequente ver roubos em lojas do que em casas.

Eu confesso que nunca me senti insegura ou com medo andando por San Francisco, mas já vi gente usando drogas com siringa na rua, gurizão saindo correndo com celular roubado no metrô. Já tive muitos amigos com vidro do carro quebrado e inclusive, a nova sensação é o roubo do cano de escape (que é tipo o fio de bronze do Brasil que o pessoal rouba e revende). Nos shoppings agora as lojas são fechadas com grades ás 5 da tarde, no mercado muita coisa é fechada com chave para ter uma camada extra de segurança (e já tem ladrão que chega com furadeira e tudo), mas enfim, a ideia aqui nao é assustar, ou dizer para você nao vir para San Francisco, mas sim, que é preciso ficar em uma região bem localizada e ter atenção redobrada. Como diz o ditado, não dá para dar sorte pro azar!

Dicas para ficar seguro em San Francisco

Para visitantes que desejam explorar San Francisco com segurança, aqui estão algumas dicas úteis:

  1. Saiba onde se hospedar: Informe-se sobre as áreas da cidade que são menos seguras e evite andar pelos bairros conhecidos por altas taxas de criminalidade, como o Tenderloin, por exemplo. Recomendo que acorde cedinho para aproveitar bem o dia e caso tenha que retornar para o hotel a noite, pegue um Uber.
  2. Mantenha seus pertences seguros: Esteja atento aos seus pertences, especialmente em locais movimentados e áreas turísticas. Use uma bolsa com zíper ou uma mochila para proteger seus objetos de valor. E caso esteja de carro, não deixe mochilas ou compras no carro (mesmo que não estejam aparentes). Os ladrões são craques para detectar itens com Bluetooth em porta malas e comprinhas de outlets são um prato cheio para ladrões. Fisherman’s Wharf, Marina e Powell são as regiões com maior índice de carros quebrados. (Acompanhe os casos em tempo real, aqui).
  3. Use transporte público durante sua estada em San Francisco: San Francisco possui um sistema de transporte público eficiente. Considere usar o transporte público para evitar problemas de estacionamento que são caros e limitados. E quando estiver em ônibus ou metrô, tenha cuidado redobrado com carteira, celular e mochilas. Mochila com cameras e passaportes são muito visados e já foi o tempo que você poderia andar com estes itens de maneira despreocupada.
  4. Evite exibições de riqueza: Evite mostrar joias caras ou eletrônicos caros em locais públicos. Nada de sair se exibindo com seu laptop novo na sacolinha da Apple 😉 Melhor deixá-los no cofre do hotel!
  5. Esteja Ciente das Leis Locais: Familiarize-se com as leis locais, incluindo a polêmica lei dos 800 dólares, para entender como elas podem afetar sua visita. E se qualquer pessoa te pedir ajuda para integrar o ticket do transporte que a empresa ainda não liberou, para interar a compra do mercado, finja que você está com pressa ou não entende inglês. Eu passei tanto perrengue tentando ajudar, que me tornei um pouco egoísta nestas ocasiões. Prefiro passar por mal educada do que ser enganada.
  6. Tenha cópia dos documentos: Se você precisa sair com o passaporte para ter um documento válido em mãos, lembre-se de fazer um cópia dos documentos, habilitar meios de rastrear o celular, como “find my” Iphone ou find my friends por exemplo que são sempre úteis. Nós compramos recentemente uma AirTag e depois do aeroporto, ela passa a ser acessório da bolsa. É sempre muito útil.
  7. Confie em seu Instinto: Se algo parecer suspeito, confie em seu instinto e afaste-se da situação. Não hesite em pedir ajuda se se sentir inseguro.

Para quem quer entender mais a fundo, recomendo assistir Leaving California, the untold story.

San Francisco é uma cidade incrível com muito a oferecer aos seus visitantes. Com a devida precaução e conhecimento, é possível aproveitar tudo o que a cidade tem a oferecer de forma segura e agradável. Esteja ciente do cenário de segurança em constante evolução e desfrute de sua visita.

Artigo anteriorComo fazer suas unhas no robô manicure
Próximo artigoUniversal Studios Hollywood, 10 dicas para uma visita inesquecível nos bastidores do cinema
Waldana
Inspirada por uma das lições mais valiosas do Vale do Silício: dê o seu melhor que a vida retribui, resolveu juntar sua experiência no segmento educação internacional, seu amor por viagens e seu entusiamo por novos negócios criando o blog para compartilhar um pouco de tudo que sabe e aprende todos os dias.