Quer viajar para Califórnia, mas não faz ideia de por onde começar? Esta é uma dúvida que recebemos todos os dias. Por onde começar? E se você está se sentindo meio perdido com tantas informações, pega um café e senta aí que vamos te ajudar com as dicas essenciais de como planejar sua viagem para a Califórnia. Comece por aqui!

Viagem Califórnia
Planejamento de viagem para Califórnia

1. Documentos necessários para entrar na Califórnia

Não só para a Califórnia, mas para qualquer lugar dos Estados Unidos, você vai precisar ter um Passaporte válido e um visto americano de acordo com a proposta da sua viagem. Se você ainda não tem passaporte e visto, coloca na lista e volta depois para consultar os links que vão ser úteis para o passo o passo dos documentos.

2. Dinheiro – Comprar dólares para viajar para os Estados Unidos

A moeda dos Estados Unidos é o dólar americano. Compre dólares preferencialmente no Brasil em uma casa de câmbio confiável e traga um cartão de crédito internacional. Você pode (e deve) negociar com o seu banco para não pagar IOF em transações internacionais. Além de não ficar andando com muito dinheiro na carteira, o cartão é essencial para o depósito de segurança em hotéis ou aluguel de carros, por exemplo. Também é importante que você faça o aviso de viagem para que o banco não bloqueie transações que possam sair do seu perfil. Algumas bandeiras permitem que você faça o aviso online, para outras você pode resolver ligando para a operadora do cartão.

3. Clima – Qual a previsão do tempo na Califórnia

Saber a previsão do tempo vai ser essencial para saber o que levar na mala e como programar as atividades da sua viagem. As estações na Califórnia são bem definidas, com bastante neve no inverno, mas com destinos convidativos para quem curte pegar uma praia em qualquer época do ano. Veja este artigo onde explicamos com detalhes sobre as estações e clima na Califórnia e um pouco do que fazer em cada uma delas.

Qual a melhor época para visitar a Califórnia

4. Voltagem e tomada na Califórnia

A voltagem padrão em todos os Estados Unidos, é 100V. Portanto, não é necessário ficar trocando a voltagem dos seus aparelhos se você visitar outros estados além da Califórnia, mas dependendo de onde você mora no Brasil, se a voltagem for 220V, você vai precisar não só de um adaptador para encaixar os aparelhos na tomada, como de um conversor, caso precise trocar a voltagem 100-220. Alguns aparelhos, como computadores, por exemplo, funcionam em ambas as voltagens e podem ser utilizados em qualquer lugar, sem problemas. O USB para carregar celulares também pode ser utilizado com bastante frequência nos hotéis.

5. Qual o fuso horário da Califórnia em relação ao Brasil

Os Estados Unidos tem múltiplos fusos horários e a Califórnia usa o Pacific Standard Time (PST), que pode ter entre 4h a 5h a menos com relação ao horário de Brasília, esta variação é devido ao Daylight Saving Time, que é semelhante ao nosso horário de verão. De fevereiro até outubro, são 4h de diferença e de novembro até janeiro, a diferença aumenta para 5h. De forma resumida, sempre que você acordar na Califórnia, sua família já estará almoçando no Brasil. 😉

6. Como é o sistema de transporte na Califórnia

Cidades maiores como San Francisco e Los Angeles, tem um sistema de transporte bem eficiente e é fácil se locomover de metrô. Caso você opte por alugar um carro, para dirigir na Califórnia você vai precisar de uma carteira de motorista válida (que pode sim ser a Brasileira), passaporte (no caso da carteira ser estrangeira) e o cartão de crédito internacional. Lembrando que a carteira de motorista internacional não é aceita no estado da Califórnia. Nos artigos abaixo explicamos com mais detalhes sobre o sistema de metrô e o que você precisa saber para dirigir na Califórnia. Antes de reservar o carro, também é bom se atentar aos estacionamentos dos hotéis, pois se não estiverem inclusos na sua diária, podem pesar bastante no orçamento da sua viagem, também vale pesquisar o estacionamento público para facilitar o seu roteiro sempre que for passar o dia em cidades maiores. San Francisco é o HQ do Uber, Lyft e todos os serviços de carona compartilhada funcionam muito bem por aqui. 😉

7. Como funcionam as gorjetas na Califórnia

A gorjeta é muito comum nos Estados Unidos. A maioria das pessoas que trabalham com serviço, recebem um salário baixo e dependem das gorjetas para sobreviver. Elas são chamadas de “tips”, e não costumam estar inclusas na conta, como estamos acostumados com os 10% em restaurantes mais populares no Brasil. Então ao receber a sua conta, terá um espaço para que você preencha o valor que quer adicionar de gorjeta. Geralmente no rodapé também tem sugestão de valores para que você não precise quebrar a cabeça fazendo cálculos. É comum adicionar entre 10-15% no almoço e de 15-18% no jantar, todas as vezes que você for a um restaurante! O valor parece ser um pouco pesado, mas é quase que falta de educação não dar em torno de 15% por um bom serviço. Para mesas com mais de 5 pessoas, a gorjeta já automaticamente adicionada na conta e não é necessário dar mais. Nos bares, também é comum dar $1-2 por drink. Carregadores de mala, motoristas e camareiras também vão esperar por uns trocados. O ideal é $1-2 por mala e em torno de $2-3 por noite nos hotéis. Seja educado e faça sua parte! Os supermercados e refeições que podem ser preparadas em casa ou nos hotéis, sempre são uma boa alternativa para quem quer economizar nas refeições.

8. Taxas e impostos nas compras na Califórnia

No Brasil, embora os impostos sejam altíssimos, ele está incluso no valor da mercadoria. Então quando você compra uma blusa de R$100, por exemplo, você paga no caixa R$100, certo? Nos Estados Unidos o valor dos impostos é discriminado no recibo e aparece como uma surpresa para muitas pessoas. E para confundir, ainda mais um pouquinho, o valor pode variar de acordo com o estado e até mesmo entre as cidades da Califórnia. As taxas podem variar entre 7% até 10.75%. A média é de 8.618% no estado e neste site você pode conferir com detalhe o percentual para cada cidade. Voltando no exemplo acima, se você for comprar uma blusa de $100 nos EUA, espere pagar $110 no caixa, já que você precisa contar com o valor da taxa. Esta é uma das coisas essenciais de se saber, antes de trazer aquela listinha de pedidos dos amigos! A diferença é pouca e não vai fazer um arrombo no seu orçamento, mas se você também for visitar Vegas, por exemplo, as taxas de Nevada são bem menores e compensar na comprar um Iphone. 😉

9. Internet e chip de celular na California

É muito fácil utilizar o wi-fi dos hotéis, cafés, shoppings, aeroporto com tranquilidade. Mas se você vai passear, usar mapas, se comunicar com a família pelo WhatApp, o ideal é ter sua própria internet. Evite gastar uma fortuna e desative sua linha antes de sair Brasil. Várias empresas oferecem chips para usar a internet fora do país, e inclusive eu conto mais sobre o Google Fi e como eu e o marido fazemos quando viajamos neste artigo: Chip para viagem, como usar a internet fora do país

Também tem a possibilidade de comprar um chip pré-pago na Califórnia, conto sobre as operadoras e planos neste post: Operadoras e planos de celular em San Francisco (lembrando que os valores provavelmente foram atualizados e vale consultar no site oficial com antecedência).

10. Planeje o roteiro de viagem para a Califórnia

O itinerário da sua viagem pode ser importante até mesmo para fazer a entrevista do visto, e depois que ele for aprovado, é hora de realmente fazer todas as reservas conforme o planejado. A Califórnia possui 30 aeroportos comerciais. Mas se você viajar do Brasil, os aeroportos mais convenientes são o de San Francisco, Los Angeles e San Diego. Embora tenham voos para San Jose que é um alternativa para quem vem ao Vale do Silício, os voos para os 3 aeroportos acima costumam ser mais frequentes e econômicos, então geralmente vale a pena voar para um deles e se descolar de transporte público até a cidade onde você vai ficar hospedado. Aí escolher o aeroporto ideal vai depender do itinerário da sua viagem. Voos de São Paulo com conexão/escala em Los Angeles, costumam ser os mais rápidos. Infelizmente não há voos direto do Brasil para San Francisco. Portanto, você fará imigração no primeiro aeroporto de entrada nos Estados Unidos, seguindo até o seu destino final. E sim, você vai precisar de passagem de ida e volta, é obrigatório para qualquer pessoa que esteja visitando o Brasil. Tudo bem se você mudar de ideia e alterar seu bilhete, mas precisa ter um ticket de ida e volta.

Como viajar de executiva sem pagar o preço de executiva

Quanto tempo você tem para viajar? Uma semana, 10 dias, 1 mês? Vai estudar um semestre, mudar de malas e cuias para a Califórnia? Agora é hora de programar o que você vai fazer e este blog e nosso Instagram está repleto de dicas para te ajudar nesta etapa. Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais e escrever nos comentário ou mandar um e-mail, se precisar de alguma ajuda.

Te vejo lá? @acontecenovale. Siga também @travelbehindthelens para outros destinos.

Inspirada por uma das lições mais valiosas do Vale do Silício: dê o seu melhor que a vida retribui, resolveu juntar sua experiência no segmento educação internacional, seu amor por viagens e seu entusiamo por novos negócios criando o blog para compartilhar um pouco de tudo que sabe e aprende todos os dias.