Outro dia falamos aqui que muitos restaurantes já estão adeptos aos clientes que pedem o lanche sem o pão, mas e o hambúrguer sem carne, você já ouviu falar? Impossible Foods é a nova linha de hambúrgueres que promete revolucionar a alimentação dos carnívoros. O lanche tem cheiro e gosto de carne mas é feito 100% a base de plantas.

Impossible Foods: o hambúrguer sem carne

Algumas pessoas não comem carne por não gostar do gosto, outras evitam o consumo por acreditar que podem substituir a proteína por itens mais saudáveis. Mas o que tem de errado com a carne vermelha, afinal? A melhor evidência de que comer carne pode não ser saudável vem dos estudos epidemiológicos que comprovam que um alto nível do consumo têm taxas mais altas de desenvolver certos tipos de câncer ao longo da vida, especialmente o câncer colorretal. Foi pensando nos itens que podem ser prejudiciais pro consumo humano, que Patrick Brown, bioquímico da Universidade de Stanford e especialista de análises do DNA que auxiliam no estudo da predisposição de doenças, incluindo leucemia, linfoma e cânceres, criou a nova empresa que promete revolucionar o futuro da alimentação dos amantes da carne: Impossible Foods.

O que é a Impossible Foods

A Impossible Foods é a nova marca criada por Patrick Brown para satisfazer o consumidor que gosta de carne. Os ingredientes do novo hambúrguer criado pelo professor da escola de medicina de Stanford trazerem a textura, cheiro e gosto de carne, mas possuem itens mais saudáveis, a fim de evitar o desenvolvimento de doenças que podem ser causadas pelo consumo excessivo da carne vermelha.

Segundo ele, o mundo ama carne, mas os animais são sedentos por terra, consomem muita água e contribuem com a poluição. É por isso que a empresa se propôs a fazer o impossível: carnes que sejam deliciosas, boas o consumo humano e para o planeta.

O hambúrguer é feito com ingredientes simples e naturais: proteína da batata e do trigo, gordura do óleo de coco e grãos de soja e uma liga vegetal com um ingrediente especial conhecido por heme, que é o que dá o toque final da textura da carne.

O hambúrguer de plantas

Impossible burger
Impossible burger

Segundo o Patrick, é o heme que faz a carne cheirar, sangrar e ter o tal sabor delicioso, é o “ingrediente mágico” que desperta o desejo de comer um hambúrguer nos carnívoros. Assista o vídeo onde o professor explica os detalhes sobre o heme.

A maioria dos componentes específicos da carne vermelha não são importantes para fazer o hambúrguer e podem não ser saudáveis para os seres humanos. Vírus carcinogênicos que infectam vacas por exemplo, além de um açúcar pró-inflamatório dos contaminantes ambientais que se acumulam na pecuária podem ser transmitidos para as pessoas através da alimentação. Como os tecidos dos mamíferos contêm uma abundância do “heme”, ele foi cuidadosamente avaliado como um fator hipotético na substituição.

Heme, o principal ingrediente do hambúrguer sem carne

O heme tem sido uma fonte vital de ferro nas dietas de humanos há milhões de anos. Quando este item não está presente na dieta, as pessoas costumam ter deficiência de ferro, que é de longe a deficiência nutricional mais comum no mundo, afetando 1,6 bi de pessoas, incluindo crianças na fase pré-escolar e 40% de mulheres grávidas globalmente. Inclusive, devido ao valor do heme como fonte de ferro, muitos especialistas recomendam o aumento do consumo durante a gravidez, quando as mulheres correm o risco de sofrer de anemia devido a deficiência de ferro.

Já conhece o Eatsa que tem a proposta de ser um fast-food saudável com refeições a base de quinoa? Conto mais detalhes sobre o restaurante neste post:

Mas qual o problema da carne, afinal?

Dados de estudos epidemiológicos sugerem que comer muita carne vermelha pode ser ruim para sua saúde e que a substituição de proteína derivada de animais por proteína derivada de plantas na dieta pode reduzir significativamente a taxa de mortalidade. A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer -IARC da Organização Mundial de Saúde, avaliou a carcinogenicidade do consumo de carne vermelha e carne processada em 2015 e o relatório classificou que o consumo de carne é o principal item associado ao câncer colorretal, de pâncreas e câncer de próstata, classificando principalmente carne processadas como salsicha, bacon e embutidos como “cancerígena para humanos”.

Além disso, evitar o consumo de carne, também pode ser bom pro meio ambiente, já que de acordo com pesquisadores, a agricultura animal usa 30% de toda a terra, mais de 25% de toda a água doce e gera tanto gás de efeito estufa quanto todos os carros, caminhões, trens, navios e aviões do mundo inteiro juntos. Por isto a ideia de fazer os alimentos sem o impacto destrutivo do gado, mas sim com base 100% nas plantas.

Onde encontrar o hambúrger à base de plantas

Atualmente milhares de hamburguerias nos Estados Unidos já possuem o tal hambúrguer à base de plantas em seus cardápios. Numa busca rápida, olha só quantos locais eu encontrei:

Impossible Foods nos Estados Unidos
Impossible Foods nos Estados Unidos – Fonte: Website Impossible Foods

Parece que ainda não tem restaurantes exclusivos com a marca Impossible Foods, mas o hambúrguer já é comercializado em diversas franquias por todo o país.

Minha experiência comendo o Impossible burger

Buscando pelo meu cep no site da Impossible Foods vi que já existem mais de 100 restaurantes próximos de San Francisco que tem o hambúrguer a base de plantas no cardápio, na cidade vizinha aqui de casa, tem 3 inclusive. Optei pelo Gott’s e chegando lá, o Impossible Cheesburger já está no menu com uma opção vegetariana. O lanche neste restaurante custa $12,99, certamente o valor varia de acordo com o local e acompanhamentos.

Se ninguém tivesse me falado, acho que passaria por um hambúrguer comum. Mas acho que devido ao teor de gordura ser bem menor, ainda não tem o gosto e cheiro e a consistência de carne como da propaganda! 😛 Com certeza, estes hambúrgueres também devem ser previamente congelados, o que faz que o gosto não seja semelhante a um preparado no dia.

Levando em consideração que o hambúrguer é o resultado da biotecnologia aplicada ao agronegócio e este é apenas o primeiro dos “alimentos impossíveis” imagine só o impacto de um produto deste tipo. Estima-se que daqui alguns anos o planeta terá em torno de 10 bilhões de pessoas pra alimentar e certamente alimentos como este serão uma solução para alimentar diversos seres humanos 😀

Inspirada por uma das lições mais valiosas do Vale do Silício: dê o seu melhor que a vida retribui, resolveu juntar sua experiência no segmento educação internacional, seu amor por viagens e seu entusiamo por novos negócios criando o blog para compartilhar um pouco de tudo que sabe e aprende todos os dias.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here